Compartilhar

Os principais mitos e verdades sobre maternidade

Jornadas da Vida - Bebê a Bordo Por Jornadas da Vida – Bebê a Bordo
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 7 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 17/04/2023 | Atualizado em 01/11/2023

Compartilhar

Ah, a maternidade! Esse é um momento e tanto na vida das pessoas, não é mesmo? No entanto, esse também é um período diversas vezes romantizado. Por isso, há muitos mitos e verdades sobre maternidade.

Será que mulheres grávidas não podem ter relações sexuais? Não podem pintar o cabelo? Já desenvolvem instinto materno assim que engravidam?

Chega de ficar se perguntando se algo está certo ou errado. No decorrer dos próximos minutos, você vai ficar por dentro do que é realidade e o que é crença popular a respeito desse período desafiador, mas incrível, de gestar um bebê. Vamos lá?

Não pode fazer exercício físico durante a gravidez

Mito!

Esse é um dos maiores mitos sobre a maternidade. Há uma ideia de que as atividades físicas prejudiquem a gestação, trazendo riscos para o desenvolvimento do bebê.

Na verdade, praticar exercícios enquanto se está grávida é algo muito benéfico, desde que a prática seja liberada pelo médico. Cada gravidez é única, e é importante que o profissional que acompanha o seu pré-natal oriente quanto aos tipos de exercício e intensidade adequados para você.

O formato da barriga mostra o sexo do bebê

Mito!

Outra ideia bastante difundida por aí é a de que há uma possibilidade de prever o sexo do bebê a partir do formato da barriga. De acordo com essa teoria, barrigas mais pontudas correspondem à gestação de meninos, enquanto as arredondadas, às de meninas.

No entanto, isso não tem nenhuma comprovação científica. Caso tenha dado certo com alguém que você conheça, tenha em mente que há 50% de chances de a aposta ter sido a certa, não é mesmo?

Mitos e verdades sobre maternidade: enjoos são normais

Verdade.

A maioria das mulheres tem enjoos durante a gestação, e esse é um sintoma normal. Eles podem acontecer no período da manhã ou ao longo de todo o dia, durante toda a gestação ou só no primeiro trimestre. De uma forma ou de outra, costumam ser muito incômodos.

Quando os enjoos forem incapacitantes — ou seja, prejudicarem a qualidade de vida da mulher e fizerem com que ela deixe de realizar as suas tarefas do dia a dia —, é preciso intervir e entrar com medicação para controlar o mal-estar. Tudo com orientação de um profissional, ok?

Grávidas não podem pintar o cabelo

Depende.

Essa é uma afirmação bastante comum. Por isso, é importante elencar entre os mitos e verdades sobre maternidade.

Por muitos anos, pareceu que as grávidas eram completamente proibidas de tingirem as madeixas durante a gestação. E para quem pinta o cabelo há muito tempo e prefere assim, isso é uma privação bastante chata, não é mesmo?

No entanto, hoje isso depende da composição da tinta utilizada. Há colorações mais naturais, que não têm compostos químicos como a amônia. Por isso, peça a liberação do seu médico e busque marcas que ele aprove. Assim, não há problema.

dicas de como trocar a fralda do nenê

É possível ter alterações na voz durante a gestação

Verdade!

Durante a gestação, o corpo da mulher passa por uma mudança completa, o que às vezes afeta a autoestima feminina.

Essas transformações podem ocorrer inclusive em estruturas pouco prováveis, como a voz. Devido à ação hormonal, a voz feminina tende a ficar um pouco mais grave durante a gravidez e até por volta de um ano após o parto. Aos poucos, ela vai retornando ao timbre original. 

Proibição do álcool é mito ou verdade sobre maternidade?

Verdade!

A ingestão de álcool é contraindicada para as gestantes, independentemente de qual seja o estágio da gestação. Por isso, nada de beber aquela cervejinha aos fins de semana ou uma taça de vinho em momentos especiais. O álcool pode prejudicar o desenvolvimento do bebê.

Essa pode ser outra privação bastante desafiadora, pelo caráter social que o álcool tem. Pense que o esforço vale à pena e que, quando o beber nascer, será possível ingerir alguma bebida alcoólica, em determinadas situações, mesmo amamentando. Converse com o pediatra a respeito para obter as orientações corretas.

Mitos e verdades sobre maternidade: elas têm instinto materno 

Mitos e verdades sobre maternidade

Mito!

Há uma ideia coletiva de que as mulheres são, naturalmente, feitas para a maternidade. Isso não é verdade. Muitas, aliás, nem desejam ser mães.

Por isso, não se preocupe caso a gravidez esteja sendo um momento desafiador, nem sempre agradável e de pouca festa.

Entre os mitos e verdades sobre maternidade que poucos falam, está o fato de que o amor é algo construído e, certamente, ficará cada vez mais forte com a chegada do bebê. Respeite o seu tempo, seus sentimentos e não deixe de conversar com um profissional, se for necessário.

Azia tem relação com a quantidade de cabelos do bebê

Mito!

Muitas futuras mamães sofrem com uma forte azia durante a gestação e há um mito de que esse sintoma esteja relacionado à quantidade de pelo que o bebê tem. Em tese, os cabeludinhos fariam as mães sofrerem mais desse problema. Na verdade, a azia está associada ao aumento do útero, além de questões puramente hormonais. 

É preciso comer por dois durante a gestação

Mito!

Você já deve ter ouvido frases parecidas com “você está comendo por dois agora que está grávida”. Saiba que isso é uma grande inverdade.

A quantidade de comida não precisa aumentar tanto assim durante a gravidez. Talvez, apenas um pouco. No entanto, a mamãe tem que cuidar da rotina alimentar, que deve tanto diversa, nutritiva e saudável quanto possível. 

Relações sexuais devem ser evitadas durante a gravidez

Mito!

Exceto em casos de gestações de risco, não há necessidade de evitar a prática de relações sexuais durante a gravidez. Na verdade, o sexo pode ser uma prática benéfica, principalmente para manter viva a intimidade do casal. Por isso, converse com o seu médico e tire as dúvidas, certo?

Animais de estimação e bebês não combinam

Mito!

Por fim, temos outra fake news do mundo das grávidas. Há uma ideia de que não é recomendado que gestantes tenham animais de estimação, especialmente os gatos.

A toxoplasmose é, sim, um grande perigo para as gestantes, mas com os devidos cuidados, não há problema em criar um bichano no seu lar. Algumas dicas para evitar o problema são:

  • não deixe o seu gato sair para a rua;
  • use luvas na hora de limpar a caixa de areia;
  • mantenha a areia sempre limpa e trocada;
  • deixe a caixinha de areia no sol algumas horas por dia.

Gostou de conhecer esses mitos e verdades sobre maternidade? Não há nada de errado em não conhecer todas as respostas. O importante é buscar sempre informações de fontes confiáveis, para curtir da melhor forma essa fase da sua vida!

Aproveite e confira, também, algumas dicas para planejar a chegada do bebê, seja você uma gestante, seja alguém que deseja ter suas crias no futuro. Afinal, planejamento é importante quando o assunto é uma maternidade tranquila, equilibrada e muito saudável.