Compartilhar

Qual é melhor: parto normal ou cesárea?

Jornadas da Vida - Bebê a Bordo Por Jornadas da Vida – Bebê a Bordo
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 4 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 27/02/2023 | Atualizado em 27/02/2023

Compartilhar

Dar à luz é um dos momentos mais nobres na vida de qualquer mulher. Contudo, isso não significa que ele não gere dúvidas, principalmente para mães de primeira viagem ou que atravessam uma gravidez de risco. Entre as principais questões para essa hora estão a escolha entre parto normal ou cesárea.

Por isso, vale sempre conhecer as diferenças entre cada forma de parto e avaliar o que deve ser considerado nessa escolha fundamental para a saúde tanto do bebê quanto da mãe.

Como é feito o parto normal?

O parto normal, também chamado de parto natural, é aquele em que o bebê sai do útero da mãe pelo canal vaginal. Na prática, esse tipo de nascimento concretiza o desfecho natural de uma gravidez, já que a criança nasce de acordo com o ritmo natural, sem a necessidade de intervenções cirúrgicas.

Ele se inicia após as contrações, que indicam a dilatação do útero e da vagina, e deve ter condução hospitalar adequada. Como principal vantagem dessa forma de dar a luz está o tempo de recuperação mais curto.

Por outro lado, pode haver complicações. Além disso, muitas mulheres temem a dor do processo, o que é difícil de saber antes.

Como é feita uma cesárea?

Já o parto via cesárea é por meio de uma cirurgia, que permite que o bebê seja retirado do útero por uma incisão na parte inferior do abdômen da mãe e venha ao mundo sem passar pelo canal vaginal. O procedimento é feito sob anestesia.

Em geral, a cesárea deve ser indicada pelo médico após uma cuidadosa avaliação da saúde da mãe. Além disso, condições que implicam risco para ambos também apontam a necessidade desse método de dar à luz.

Além dos riscos inerentes a qualquer cirurgia, uma cesárea amplia o período de recuperação, que ficará por um tempo com os pontos da incisão.

Como escolher entre parto normal ou cesárea?

Mulher grávida consultando médico sobre parto normal ou cesárea

Como você viu, enquanto o parto normal é o desfecho natural de uma gravidez, ao qual o organismo da mulher está preparado, a cesárea envolve um procedimento cirúrgico, que é essencial em diversas situações. Por isso, vale sempre considerar alguns aspectos antes de fazer a escolha, nas situações em que ela é possível.

Analisar as opções

As principais sociedades médicas e de saúde pública recomendam que o parto normal seja priorizado devido a pronta recuperação e aos demais benefícios para a mãe e o bebe que essa opção traz.

Isso, claro, não significa descartar a cesárea, já que ela evita complicações e pode preservar a vida do bebê e da mãe em situações em que o parto natural é inviável. Ou seja, vale sempre estar aberta a ambas as opções, conhecendo os prós e os contras de cada uma.

Verificar como funcionam os procedimentos

Isso passa, claro, por conhecer mais sobre cada procedimento. Nenhuma futura mãe precisa saber sobre todos os detalhes do parto e ter dúvidas é normal. Além dos profissionais de saúde, vale sempre conversar com outras mães para saber um pouco mais da experiência delas.

Perguntar para seu médico

Por fim, é fundamental confiar no médico que acompanha a gestação. Se o pré-natal foi feito de forma adequada, esse profissional é o mais capacitado para avaliar a evolução da gravidez e as condições da mãe e do bebê, e assim indicar o método de acordo com o momento em que o trabalho de parto se inicia.

Desse modo, seja por parto normal ou cesárea, aumentam as chances de o nascimento do novo ser humano que vem ao mundo aconteça da melhor forma possível, marcando a vida que está apenas começando.

Então que tal ajudar mais mães nessa decisão compartilhando este conteúdo em suas redes sociais?