Compartilhar

Como saber se estou no período fértil? Aprenda a identificar

Jornadas da Vida - Bebê a Bordo Por Jornadas da Vida – Bebê a Bordo
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 6 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 25/05/2023 | Atualizado em 25/05/2023

Compartilhar

Se você está tentando engravidar, saber o momento do período fértil é algo fundamental. Isso também é válido para quem não deseja ter filhos tão cedo, e ainda não faz uso de métodos contraceptivos hormonais, como a pílula anticoncepcional.

Você faz parte desses grupos ou conhece alguém nessa situação? Então, veio ao lugar certo! Ao final do texto, a pergunta “como saber se estou no período fértil?” será algo do passado e você terá as respostas necessárias sobre o tema.

Continue a leitura e saiba o que é o período fértil e como ele funciona. Aprenda, também, a calcular os dias de fertilidade e entenda as mudanças no corpo da mulher nessa fase.

O que é o período fértil?

Período fértil é o nome dado ao momento mais provável para uma mulher engravidar a cada mês. Essa é uma faixa de alguns dias em que a fertilidade fica a todo vapor, com chances aumentadas de que a fecundação (encontro entre o óvulo e o espermatozoide) aconteça.

No entanto, vale a pena ressaltar que é possível acontecer a gravidez fora do período fértil. Por isso, é indispensável que “tentantes” mantenham as relações ao longo de todo mês. Já as pessoas que não desejam filhos devem usar os métodos contraceptivos o tempo todo.

Por que é importante saber mais sobre ele?

Conhecer os detalhes para saber quando está no período fértil é essencial para qualquer pessoa que tenha relações sexuais. Assim, é possível planejar melhor a chegada do primeiro ou do segundo filho, por exemplo.

Além disso, para as mulheres e para os homens, é fundamental saber mais sobre as variações do corpo. Essa é uma ótima ideia para planejar o futuro, mas também, para permitir o autoconhecimento e uma maior compreensão do funcionamento do organismo feminino por todos.

Quais são os sintomas do período fértil?

Saiba quais sinais o corpo dá quando se está no período fértil

O organismo da mulher apresenta alguns sinais durante o período fértil. Conhecê-los vai ajudar a entender melhor o organismo feminino e a se preparar para as mudanças em cada fase do ciclo menstrual. Confira!

Mudança na secreção vaginal

O muco cervical (que muitas pessoas também chamam de corrimento) é bem característico no período fértil, sendo transparente e com um aspecto semelhante ao de clara de ovo. No entanto, é importante sempre fazer um bom check-up feminino para verificar as razões para qualquer secreção.

Aumento da temperatura corporal

Se você está iniciando o planejamento para o futuro com crianças e tentando engravidar, uma dica é medir a temperatura corporal ao longo do mês. No período fértil, ela tende a ficar um pouco mais elevada, com um aumento de cerca de 0,5 °C.

Aumento da oleosidade da pele

Devido às alterações hormonais, é comum que as pessoas que estão no período fértil apresentem um aumento da oleosidade da pele. Ela pode ou não ser acompanhada de acne.

Mudanças comportamentais

Durante esse período, também é importante ter atenção aos sinais emocionais. Nesse momento, é normal ter certa instabilidade, com tendência à irritabilidade. Fique de olho na saúde mental!

Dores no abdômen

Algumas mulheres relatam dores no baixo ventre, normalmente, de um lado só (embora possa acontecer nos dois). É como uma cólica menstrual, porém, mais leve. 

Inchaço das mamas

Durante o período fértil, também é possível perceber um aumento das mamas. Ele nem sempre está presente e pode ser bem sutil. Por isso, é preciso prestar atenção a detalhes, como o conforto do sutiã.

Aumento do apetite

Para algumas pessoas, é possível que também aconteça uma alteração leve no apetite, que tende a ficar maior. Vale a pena observar e perceber se a mulher sente mais fome no meio do ciclo menstrual!

Aumento da libido

Por fim, um dos sintomas mais frequentes do período fértil é o aumento da vontade de fazer sexo. Esse é um comportamento típico, que pode ser facilmente observado.

Vale a pena lembrar que nem todas as mulheres vão apresentar todos os sintomas relacionados. Então, fazer anotações durante alguns ciclos ajuda a pessoa a se conhecer melhor e reconhecer essa fase.

Quais são as mudanças no corpo durante o período fértil?

O período fértil é um momento marcado por alterações hormonais que causam diversas modificações no organismo feminino. Com isso, as mulheres que se encontram nesse momento sofrem mudanças, que podem ou não ser visíveis, como oscilações de humor e aumento da temperatura corporal.

Cabe à mulher saber identificar os seus sintomas e, sempre que possível, anotá-los. Para isso, há aplicativos especializados, que permitem que os sinais sejam anotados e mapeados para trazer dados importantes sobre o seu ciclo menstrual.

Como calcular o período fértil?

O cálculo do período fértil é algo que pode ser feito tanto para que a mulher se conheça melhor quanto para otimizar ou reduzir as chances de engravidar. Assim, poderá ter mais qualidade de vida e controle sobre si mesma.

Essa conta pode ser realizada automaticamente por aplicativos ou, ainda, manualmente. Isso é fácil: primeiro, você precisa conhecer a duração do seu ciclo, que varia de 24 a 32 dias, na maior parte das vezes.

Com esse número em mãos, você deve subtrair 14, independentemente de qual seja a duração do ciclo. Agora, é hora de fazer as contas. Vamos usar, como exemplo, um ciclo de 28 dias (28 – 14 = 14). Esse resultado nos diz que o seu período fértil acontece por volta do 14º dia a partir da menstruação.

No entanto, há uma “fase fértil”, que acontece cerca de três dias antes e três dias depois do dia mais fértil do mês. É preciso ter atenção a isso! Afinal, uma pessoa que menstruou no dia 1º terá um período fértil que varia do dia 11 ao dia 17, sendo o dia 14 o mais fértil de todos.

Agora, não é preciso mais se perguntar “como saber se estou no período fértil?”, não é mesmo? Você tirou as suas dúvidas sobre o assunto e já tem as bases para começar a conhecer melhor o ciclo menstrual.

Não se esqueça de que conversar com o médico que acompanha o seu caso é essencial para que as recomendações sejam ainda mais personalizadas.

Gostou do conteúdo? Então, temos uma dica para você ficar sempre por dentro das novidades do nosso blog! É só assinar a newsletter com o seu e-mail e receber avisos sobre as novas publicações!