Compartilhar

Sono na gravidez: 6 dicas para uma boa noite de sono  

Jornadas da Vida - Bebê a Bordo Por Jornadas da Vida – Bebê a Bordo
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 4 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 28/05/2024 | Atualizado em 16/05/2024

Compartilhar

desenvolvimento do bebê passa por fases que demandam uma boa quantidade de energia dos pais. Na gestação, por exemplo, as alterações no corpo da mãe e os cuidados extras com locomoção e outros afazeres diários podem provocar cansaço e impactar no ânimo, fazendo com que o sono na gravidez se torne irregular.

Além disso, há uma série de preparativos variados e trabalhosos para a chegada da criança que, se não planejados adequadamente, afetam as noites de sono. E quanto mais noites mal dormidas, mais cansaço e outros problemas tendem a impactar o cotidiano da família.

Para ajudar você a lidar melhor com a insônia ou o excesso de sono nesse período, listamos quatro dicas. Não deixe de conferir!

1. Tente montar uma boa rotina de sono na gravidez

No primeiro semestre da gestação é comum sentir cansaço e sonolência excessiva, pois os níveis de progesterona no organismo se multiplicam. Essa elevação continuará até o final, mas a partir do começo do segundo trimestre da gestação a sonolência tende a diminuir por causa desse fator.

Para lidar com ela, estabeleça uma rotina de sono e inclua pequenos descansos ao longo do dia. Dessa forma, você acostuma seu relógio biológico a um período de sono. Também foque na alimentação para ter os nutrientes necessários ao seu corpo e não aumentar a sonolência.

2. Planeje a ingestão de líquidos

Outro motivo de infortúnio é ter que ir muito ao banheiro, um efeito causado pelo aumento do volume de sangue no corpo que precisa ser filtrado pelos rins. Consequentemente, produz-se mais urina. Além disso, há um contato maior entre útero e bexiga, que pode ter sua capacidade de armazenamento reduzida.

Essa situação é frequente entre o segundo e o quarto mês de gestação, porém melhora já no segundo trimestre porque o útero sobe e se distancia da bexiga. Todavia, no terceiro trimestre a vontade de urinar costuma aumentar novamente, pois o bebê desce na pelve e há maior contato do útero com a bexiga. No final, devido ao grande volume, essa pressão é maior.

Como lidar com isso? A dica é tentar reduzir um pouco a quantidade de água ingerida algumas horas antes de ir para a cama. No entanto, essa diminuição precisará ser compensada com aumento da hidratação durante o dia para não haver risco de desidratação.

Aliás, vale destacar que na gravidez se necessita de mais líquidos, o que leva a um consumo maior de água. Outra dica é reduzir a ingestão de bebidas diuréticas, como refrigerante.

3. Melhore a sua alimentação

Cuidar da alimentação ajuda a regular o sono na gravidez

Muitos enjoos são decorrentes de mudanças fisiológicas e nem sempre há muito o que fazer, mas é possível evitar alguns quadros mais intensos. Por exemplo, quando a gestante fica muito tempo sem se alimentar, ela pode sentir uma piora na sensação de náusea. Isso, por sua vez, é algo que atrapalha o sono.

Para evitar isso, é importante se alimentar regularmente. Uma recomendação frequente é comer a cada três horas. Por outro lado, evite comer em excesso antes de dormir, especialmente alimentos pesados, para que o sono não seja afetado.

4. Deite-se de lado, com a ajuda de travesseiros

Quando a barriga começa a ficar maior, também surge a necessidade de adaptar as posições para dormir. Pegar no sono fica mais difícil, pelo menos até se acostumar com o tamanho e formato da barriga.

Se você não consegue dormir devido ao barrigão, a dica é se deitar sobre o lado esquerdo, com um travesseiro sob a cabeça e outro entre as pernas. Por conta do posicionamento do bebê e dos órgãos, essa posição previne dores na lombar, favorece a circulação sanguínea, melhora a oxigenação do bebê, entre outros benefícios.

O sono na gravidez pode passar por muitas variações, mas essas dicas podem ser úteis. Todavia, não se esqueça que após o parto você também precisará se planejar para ter noites bem dormidas, além de também cuidar do sono do bebê.

Aliás, aproveite e leia nosso e-book sobre como se programar para a chegada do bebê!